Casa de Odeleite

Adquirida pela Câmara Municipal de Castro Marim em 1999, a Casa de Odeleite foi, nas primeiras décadas do século XX, um importante entreposto comercial e a casa mais rica da freguesia. Comercializava maioritariamente frutos de sequeiro, como a alfarroba, a amêndoa e o figo, mas também a azeitona e os cestos de cana, oriundos dos montes em redor da aldeia. 

É um edifício particular no contexto da arquitetura da Serra, ao articular uma série de casas de matriz serrenha, com um edifício de dois andares e motivos Arte Nova. O espaço expositivo, que contém alguns dos 3000 artigos (documentos e objetos) que faziam parte do edifício, propõe uma leitura da casa em articulação com o lugar, organizada em quatro grandes temas: A Casa; o Território; O Rio Guadiana e a Ribeira de Odeleite; e as Lutas Políticas: 1ª República e Movimentos Populares pela posse das Terras da Ordem.

O presente programa, que compreende Espaço Expositivo, Restauração e Centro de Documentação com Arquivo Gastronómico, testemunha a importância deste espaço no contexto serrano nas primeiras décadas do século XX, bem como a gastronomia e os saberes da Serra.

Está equipado com cafetaria e loja.

 

Horário: 

Aberto todos os dias, das 10h às 13h e das 14h às 18h

 

Mais imagens relacionadas: