Eurocidade do Guadiana

Descrição do Projeto

A Eurocidade do Guadiana pretende constituir-se como organismo para dotar de legalidade uma união que socialmente remonta há pelo menos 3000 anos. A foz do Guadiana mantem o povoamento constante pelo menos desde a época fenícia, e as relações sociais e comerciais têm sido permanentes entre ambas margens do rio.

Todos os vestígios de arquitetura militar e inclusive a própria criação da localidade de Vila Real de Santo António foram fruto da presença de outro país na margem próxima. No entanto, as épocas de paz, intercâmbios comerciais e, claro, as relações sociais entre ambos os países têm sido muito mais duradouras que os momentos de conflito.

Ayamonte, Castro Marim e Vila Real de Santo António são, a princípios do século XXI, uma área privilegiada da Península Ibérica, contudo o seu carácter periférico faz com que exista um grande número de dificuldades que serão mais facilmente resolvidas mediante a união de forças entre as três administrações locais e o conjunto dos seus cidadãos.

Na atualidade, a Eurocidade do Guadiana – membro da Rede Ibérica de Entidades Transfronteiriças (RIET) – iniciou o processo para constituir-se como Agrupamento Europeu de Cooperação Transfronteiriça (AECT).

 

Mais informação em www.eurociudadguadiana.com